Resumo do CNV no Circuito de Vila Real em 2014

Em 2014 este foi o “prato principal” para o fim-de-semana motorizado em Vila Real, o CNV com uma lista de 18 carros á partida, trazia consigo vários candidatos á vitoria final.

Para a primeira corrida foi Gonçalo Araújo a fazer o melhor tempo, arrancado assim da “pole” para uma prova de 45 minutos, com paragem nas boxes para troca de pilotos. Araújo que após a partida não cedeu a liderança, sempre muito pressionado por Pedro Salvador, que seguia colado na traseira do Norma do líder até então. Mas á passagem pelo minuto 15, G. Araújo cedeu à pressão exercida pelo piloto de Chaves, e na “curva do boque”, teve uma saída de pista que ditou o abandono precoce. Já antes disso José Pedro Fontes tinha também ele abandonado devido a um toque de um adversário no seu Tattus logo na primeira volta.

 

Gonçalo Araújo no circuito de vila real

 

Depois disto veio a confusão geral. A meio da prova e quando todos os carros paravam na boxe para as habituais trocas de pilotos, a chuva apareceu, veio de certo modo baralhar as contas, pois a intensidade da mesma fez com que a pista estivesse completamente molhada, que obrigou toda a gente a parar de novo para trocar de pneus para piso molhado. E depois da entrada do “safety car”, a grande polémica, quando as equipas Team Novadriver e a CRM Motorsport afirmam que a equipa Veloso Motorsport usou quatro mecânicos no processo de troca de pneus quando apenas podia usar dois. No final da 1ª prova foi Salvador e Vieira quem fez a festa, vencendo destacados na frente de F. Abreu, que fez uma prova a solo, e conseguiu colocar o seu Tattus na segunda posição da geral. A fechar o pódio uma dupla bem conhecida dos vila-realenses, os jovens Armando Parente e Rafael Lobato levaram o seu Radical SR á 3ª posição na geral final, vencendo a sua classe. Uma estreia de sonho em Vila Real para o jovem de 16 anos que pela primeira vez correu na sua própria “casa”.

circuito de vila real cnv

Gonçalo Manahu e Manuel Castro venceram a classe GT, Joaquim Teixeira e Joaquim Santos venceram a classe Turismos.

Na segunda corrida do CNV, Carlos Vieira saia da pole, mas perdeu a primeira posição ainda na primeira volta para S. de Val que ainda segurou a liderança durante 3 voltas, sendo ultrapassado por Carlos Vieira de forma espectacular, e reassumia de novo a liderança perdida na primeira volta. Após consumar a ultrapassagem Vieira distanciou-se do grupo que seguia atrás de si. Na troca de pilotos foi Francisco Abreu a levar a melhor sobre De Val, roubando-lhe o segundo lugar. Pouco tempo depois entrava o “safety car” em pista devido a problemas com Aston Martin do piloto da casa Carlos Alonso que fazia dupla com F. Carvalho, ficando sem caixa de velocidades. Com os carros reagrupados e já com as trocas de pilotos feitas previa-se um final de corrida emocionante, e foi. Gonçalo Araújo que entrou nas últimas duas voltas em 4º conseguiu recuperar até segundo lugar, remetendo Francisco Abreu para a 3ª posição e José Pedro Fontes para 4º na geral. Uma boa forma de vingar o azar da primeira corrida. G. Araújo leva ainda para casa o novo record do traçado de Vila Real com o tempo canhão nos treinos cronometrados de 1:49:860´s.

Setafano de Val terminou na 5ª posição, depois de chegar a liderar nas primeiras voltas. Rafael Lobato e Armando Parente ficaram-se pela 6º posição geral.

Nos GT´s a vitória foi para António Nogueira e António Coimbra (Porsche) e nos Turismos para o piloto da casaManuel Pedro Fernandes (Seat).

 

circuito vila real-10

Um fim de semana em grande da Veloso Motorsport e para a dupla Pedro Salvador e Carlos Vieira, que conseguiram assim o pleno no fim de semana de Vila Real. Destaques para a dupla Armando Parente e Rafael Lobato que mostraram muito potencial, para António Nogueira que continua a mostrar toda a sua qualidade e para a dupla Alonso/ Carvalho que fizeram as delicias dos fãs com o lindissimo Aston Martin.

circuito vila real-1

Recommended Posts

Leave a Comment