WTCC 2015 promete ser ainda mais excitante.

WTCC 2015 promete ser ainda mais excitante.

O Campeonato do Mundo de Carros de Turismo está quase a começar, com a primeira prova a ser realizado na Argentina, no dia 8 de Março. O calendário deste ano tem várias novidades tornando-o ainda mais interessante. Com a saída do circuito de Macau, entra em jogo o circuito de Vila Real, que promete ser um dos momentos altos do WTCC em 2015, não só ser um circuito citadino, o que torna o espetáculo ainda mais intenso, mas por ser numa cidade em que as pessoas vibram com as corridas e cuja vontade de receber uma prova internacional era enorme. É uma estreia há muito aguardada deste mítico traçado que nos anos 60/70 atingiu o seu auge e escreveu de forma indelével o seu nome na história do desporto motorizado.

Depois da descontinuação da prova no circuito da Boavista, a prova regressa a Portugal, e o Piloto português Tiago Monteiro já fez saber da sua alegria e motivação por vir correr a Portugal.

A ida da caravana do WTCC a Nordschleife é também um dos pontos altos do ano. O famoso “Inferno Verde” como lhe chamou Jackie Stewart, é vista por muitos como o circuito mais difícil e perigoso do mundo.

Os pilotos do WTCC terão de enfrentar os mais de 20 km do sinuoso traçado germânico. Uma prova que promete muito!

O ano de 2015 traz para o WTCC mais motivos de interesse ao nível competitivo. A LADA, com o seu novo carro, promete dar um novo alento a este campeonato. Depois de um 2014 muito bom, graças ao talento de Rob Huff que assegurou as primeiras vitórias para a marca russa, a equipa pretende dar um passo em frente e aproximar-se da Honda e da Citroen. Uma tarefa difícil mas que poderá trazer mais brilho à competição.

lada wtcc 2015

lada wtcc 2015

 

Em equipa vencedora não se mexe o que é o caso da Citroen mas espera-se este ano uma maior disposta Loeb mais adaptado a condução, mais confiante e competitivo, Jose Maria López a defender o título e Yvan Muller a querer mostrar que está aqui para ganhar, este que é o piloto mais experiente no WTCC da equipa Citroen.

Mehdi Bennani, é o único piloto africano em prova e em 2015 estreia-se ao volante do Citroen C-Elysee WTCC. A adaptação ao carro foi boa, e a comprovar está o 4º lugar efetuado nos testes realizados em Barcelona. Depois de ter rodado com um Honda, Bennani mudou-se para a Sébastien Loeb Racing, criada pelo francês para competir no WTCC, e parece confiante em relação ao futuro.

Dusan Borkovic também mudou de “montada” e ocupa o lugar deixado vago por Bennani na Proteam. O sérvio irá agora pilotar um Honda e tentar mostrar o seu valor.

Há também o regresso da NIKA Racing. A equipa sueca que no ano passado não competiu, regressa assim ao WTCC, usando um Civic TC1 como máquina.

Não percam já a primeira corrida dia 8 de Março no traçado de Termas de Río Hondo, na Argentina, onde o campeão em titulo Jose Maria López corre em casa.

Recommended Posts

Leave a Comment