Análise à primeira ronda do WTCC 2105

Depois de terminar o primeiro fim de semana dedicado ao WTCC na temporada de 2015, vamos analisar à primeira ronda do WTCC 2105.

Ficaram comprovadas as suspeitas que os Citroen estão claramente numa classe aparte. Os carros franceses foram os mais rápidos e a vantagem que têm para os adversários é grande… muito grande. Chegaram a ser 3 seg. por volta mais rápidos que os Honda. A luta pelo titulo parece, como tínhamos previsto, estar confinada à boxe da Citroen. Lopez voltou a mostrar que é de top e evidenciou que é claramente o favorito neste momento na candidatura ao titulo. Loeb promete dar-lhe luta, mas Lopez parece estar ligeiramente em vantagem. Já Muller começou o ano de forma pouco positiva, especialmente na segunda corrida onde perdeu a vaga no pódio. Já se conhece o mau feitio do francês quando as coisas não lhe correm bem e depois de um 2014 menos positivo, o aspecto psicológico poderá pesar. Ma Qing Hua mostrou que lhe falta experiência mas teve dois ou 3 bons pormenores. Pode ser que mostre algo mais.

Os Honda estão longe ainda dos Citroen. Nas rectas a diferença de andamento é gritante e mesmo o Citroen privado de Bennani consegue fazer frente aos Honda oficiais. Monteiro mostrou que continua a ser o melhor piloto da equipa oficial, com Tarquini não muito longe. O pódio do português é um bom pronuncio para o restante da época mas a equipa terá de melhorar bastante o Honda para conseguir almejar algo mais.

lada wtcc 2015

Os Lada foram uma “semi-surpresa positiva”. Os novos Vesta mostraram um andamento interessante, mas foram vitimas de toques que danificaram irremediavelmente a mecânica dos carros. A fragilidade dos carros russos foi por demais evidente, pois os toques não foram assim tão fortes quanto isso (os Citroen de Bennani e Hua sofreram toques bem mais violentos e seguiram sem problema). Mas resolvendo o problema da fragilidade poderão fazer uma gracinha ao longo do ano.

 

Os Chevrolet parecem precisar de rever muita coisa. A maioria dos carros não mostraram andamento suficiente para os restantes adversários. O caso de Chilton foi o mais evidente que se defendeu como pôde de Bennani mas não teve argumentos para o segurar. São esperadas melhorias no motor do britânico dentro de uma ou duas rondas. Bem precisam.

Quem teve um fim de semana para esquecer foi Hugo Valente.hugo valente acidente- volante

Pode-se mesmo dizer que a ida a Argentina lhe vai trazer recordações amargas, o piloto bateu por duas vezes, uma vez na qualificação e depois também na corrida, após um extraordinário trabalho de recuperação do carro por parte dos mecânicos. O acidente em corrida acabou por magoar o piloto numa das mãos, um embate forte que distorceu por completo o volante.

 

 

 

 

Na frente da classificação após a primeira ronda do WTCC 2015, temos então:

José Maria López – 48 Pontos

Sebastian Loeb – 43 Pontos

Tiago Monteiro – 28 Pontos

Recommended Posts

Leave a Comment