Entrevista a Tom Coronel – Circuito de Vila Real foi tema inevitável

Tom Coronel é um dos rostos mais conhecido do WTCC. Bem disposto, agressivo em pista e carismático é um piloto que não deixa ninguém indiferente.

Fomos tentar desvendar os objetivos para 2015, e como é evidente questionamos o piloto sobre a vinda do WTCC ao Circuito Internacional de Vila Real.

tom coronel wtcc vila real

Nascido a 5 de Abril de 1972, no seio de uma familia fortemente ligada ao desporto motorizado, iniciou a sua carreira em 1990 no troféu Citroen AX. A sua carreira foi evoluindo e passou pela mais variadas categorias, desde a F3 alemã até a Formula 3 japonesa, Formula Nippon, campeonato japones de GT, passando por Le Mans, ELMS, ALMS, ETCC, BTCC e o Dakar.

Venceu o Marlboro Master F3 em 1997, o campeonato de Formula Nippon em 1999 e o campeonato dos privados de WTCC em 2006 e 2009.

Um piloto conhecido em todo o mundo, com uma versatilidade a toda a prova e que nos deu a honra de responder a algumas perguntas.

 

A sua carreira começou em 1990 e desde então , você já correu em muitas séries . De onde é que a paixão por automobilismo vem?

Vem do meu avô, pai e irmãos que também eram pilotos e eu era mecânico .

Quando eu era jovem, estava sempre em pistas e circuitos e fiquei viciado.

Quando você é de uma família que está ligada às corridas não tem outra hipótese senão também ser piloto.

Já conduziu em monolugares, Gt´s e Turismos. Qual a modalidade que lhe deu mais prazer em competir.

A Formula Nippon que era inacreditavelmente rápida e tinha muito apoio aerodinâmico, mais que os F1 hoje em dia. Venci esse campeonato em 1999.

Em relação ao WTCC como avalia o ano de 2014?

coronel wtcc vila real

Dou-lhe um 7.5. Não é nada fácil lutar contra as equipas de fábrica que têm mais meios, mas tive os meus “momentos de fama”. Conseguir 3 pódios e ser o melhor piloto Chevrolet deixa-me bastante satisfeito.

Acha que os novos regulamentos melhoraram a competição? Gosta destes novos carros?

Não, nem por isso. Acho que os carros de tracção dianteira não são carro de corrida e tenho saudades dos toques, como os verdadeiros carros de turismo devem fazer.

Quais foram os melhores e os piores momentos de 2014 para si?

O melhor momento foi o pódio em Spa, onde consegui ser 3º. O pior momento foi o acidente em Marrocos, onde não tive culpa nenhuma e que me impossibilitou de participar na corrida seguinte.

O acidente com Bennani em Marrocos levou a um dos momentos mais dramáticos do WTCC, quando Bennani explicou-lhe que não lhe tocou de propósito. Como um piloto, como você se sentiu nessa situação ?

Depois do acidente não há mais nada a fazer. O estrago estava feito como tal não valia a pena pensar mais nisso. Eu sei que ele não o fez de propósito. Ele é meu amigo como tal não o faria, mas as vezes ele é um bocado trapalhão.

Qual é a sua relação com o “nosso “ Tiago Monteiro?

tiago monteiro e tom coronel wtcc 2015 vila realÉ um bom amigo. Somos bastante próximos mas perguntem-lhe também a ele. É muito verdadeiro. E além disso é muito inteligente na forma como leva o seu negócio. Consegue fazer dinheiro com o desporto motorizado, algo que eu não consigo.

O circuito de Vila Real , que estará pela primeira vez no calendário do WTCC , tem muita história … Qual é a sua opinião sobre a pista?

É um circuito citadino e eu gosto desse tipo de pistas. Também me costumo dar bem nas novas pistas como tal estou muito entusiasmado em relação a corrida em Vila Real.

Qual o seu ponto de vista sobre a ida do WTCC a Nordshleife? Está preparado para o desafio?

Sem dúvida! Gosto muito da pista e pilotei pela Zakspeed em 2007 nas 24h de Nurburgring. Consegui ser 2º e tive a volta mais rápida ao circuito durante 4 anos penso eu. Acredito que estou preparado para o desafio.

Você vai ter saudades do circuito de Macau este ano? Ou acha que Vila Real e Nordschleife podem substituí-lo sem problema?

Macau tem uma atmosfera única que nenhuma pista consegue igualar como tal sim vou ter saudades. Mas Vila Real é também única e espero passar bons momentos lá. Vou trazer comigo a família para pista portuguesa. Quanto a Nordshleife, eu adoro a pista. É o maior desafio para um piloto. Não há nada igual no planeta.

Quais são os seus objectivos para 2015?

Alguns pódios seriam bem vindos. E acima de tudo aproveitar a vida.

wtcc tom coronel circuito vila real

Qual é o seu ídolo no desporto motorizado?

O meu irmão Tim que nunca desiste.

Qual o seu carro de sonho?

Um Aston Martin Vanquish V12.

Quer deixar alguma mensagem para os fãs portugueses?

Tenho muitos fãs portugueses no Facebook e no Twitter. São também apaixonados pelo desporto motorizado. Espero encontra-los em Portugal e passar algum tempo com eles também. Farei por isso.

 

Clique aqui para ver a entrevista completa e acompanhar toda a atualidade do desporto automóvel.

Recommended Posts

Leave a Comment