Antevisão da ronda do WTCC em Vila Real

Depois de muita ansiedade pela chegada da caravana do WTCC a Vila Real, chega finalmente a cidade. O Circuito de Vila Real será a 8ª jornada dupla do WTCC 2015, temporada em que a Citroën Racing já garantiu 7 pole-positions e 12 subidas ao lugar mais alto do pódio. Lideracom uma margem confortável, ambos os campeonatos de Pilotos e Construtores, sendo que os principais candidatos são o argenino Lopez ou se preferirem “Pechito” e o francês Muller.

O circuito de Vila Real é uma das novidades do campeonato deste ano, e é um circuito citadino completamente desconhecido para todos os pilotos. Este é um circuito difícil e que não é permissivo de erros, porque os muros estão logos ali, o circuito é estreito e as ultrapassagens são complicadas. Devido a dificuldade das ultrapassagens espera-se que os pilotos se empenhem ao máximo na qualificação.

Os travões também vão sofrer um desgaste enorme não pela ondulação do traçado, mas pelo calor que se espera sentir.

As apostas são difíceis de fazer pois a pole-position absoluta pode ser decisiva, assim como o 10º lugar na Q2, que garante a saída na frente para a 2ª corrida.

tiago monteiro no circuito de vila realO piloto português Tiago Monteiro já prometeu que irá lugar para chegar ao pódio, e temos a certeza de que apoio não faltará.

Rob Huff também será um dos pilotos a ter conta, pois é um especialista em circuito citadinos, basta lembrarmos-nos de Macau. E atenção porque os Lada estão com menos lastro que os Citroen e os Honda.

Atenção voltada também para os pilotos da Citroen que se mostram apreensivos, e todos concordam que será difícil ultrapassar, e por isso apostarão muito na qualificação.

Em conferência de imprensa Yvan Muller explicou que aqui mais do que num circuito é preciso ter a afinação certa logo de inicio qualquer erro, custa caro. Questionado sobre o calor que se faz sentir na cidade o piloto francês diz que o calor é o mesmo para todos.

francois ribeiro sobre o wtcc em vila real

Estão previsto 40ºgraus e espera-se que nos carros a temperatura seja muito superior a ronda os 60 a 70º, e que certamente levará os pilotos a usar os coletes embebidos em gelo durante a prova.

Para quem visita o circuito o espectáculo é garantido, numa oportunidade única de ver os carros do campeonato do mundo de turismo passarem a “voar” pelas ruas de Vila Real.

Recommended Posts

Leave a Comment