Homenagem a MARIA TERESA DE FILIPPIS

Neste que é dia da Muler recordamos um nome que deve ser recordado no mundo automóvel, pela sua tenacidade e coragem.

Foi a primeira mulher a correr no Circuito de Vila Real e foi também a primeira mulher a pilotar um carro de Fórmula 1. Relembramos que até agora apenas cinco mulheres competiram em carros de Fórmula 1, tendo sido Maria Teresa de Filippis a pioneira.

mulheres no circuito e nas corridas de Vila Real

O feito de ser a primeira não foi algo fácil, em primeira instância por ser mulher, tendo como agravante a mentalidade machista e conservadora dos anos 50. Maria Teresa Filippis chegou mesmo a ser proibida de competir no Grande Prémio de França em 1958, somente devido ao seu género. O diretor de provas, Toto Roche, em plena conferência de imprensa mostrando uma fotografia da Maria Teresa, afirmou que “uma jovem tão bonita como aquela não deveria usar nenhum capacete, a não ser o secador do cabeleireiro.”

 

Esta senhora correu no Circuito de Vila Real no ano de 1958 ao volante de um Masareti, na mesma prova onde fez furor Sirtling Moss, o qual acabaria por vencer a corrida. Foi uma corrida memorável, não só por ter nomes tão famosos como, Stirling Moss, Jean Behra, David Piper, mas também devido a ausência das corridas em Vila Real desde 1952. Após esta corrida de 1958, o circuito de Vila Real apenas voltou a ser palco de corridas no ano de 1966.

A carreira de Maria Teresa foi breve e pode não ter produzido resultados notáveis ao nível das corridas em que participou, contudo foi claramente distinta e memorável para o avanço de mentalidades e quebra de tabus da sociedade, tendo desbravado o caminho que mais tarde foi percorrido por outras mulheres, de igual talento e paixão.

Para nós será sempre um exemplo, e tem a nossa admiração e respeito.

Feliz Dia a Todas as Mulheres!