Craft-Bamboo Racing no WTCR

A equipa Craft-Bamboo Racing, com sede em Hong Kong e no Reino Unido, está visando continuar no campeonato TCR principal, agora administrado pelo promotor do WTCC Eurosport Events em 2018 e rebatizado como WTCR.

A equipe competiu em todas as três temporadas da Série Internacional TCR, competindo pelo título dos pilotos em suas duas primeiras temporadas, mas também tem uma história bem sucedida no WTCC.

A equipa ganhou o título dos independentes em 2013 e terminou em terceiro lugar com James Nash – que desde então formou parte da exitosa formação de TCR.

craft bambo_wtcr2018

O diretor da equipe e ex-piloto Darryl O’Young afirma “Nós acreditamos firmemente no conceito do WTCR e queremos fazer parte disso desde o início. Nós temos bons relacionamentos com o WTCC e o TCR, e vemos essa fusão como uma ótima oportunidade para nós”.

A equipe tem o SEAT León TCR como seu aliado, mas até agora os aspectos técnicos e comerciais para 2018 não estão definidos.

“Tudo ainda está aberto”, acrescentou O’Young. “Estamos procurando encontrar o pacote certo, não só pilotos como patrocinios para o próximo ano … embora as taxas de entrada tenham aumentado, há coisas que você pode fazer, o que pode compensar isso. A exposição adicional do WTCR agora sendo uma Competição da FIA e com os benefícios que fazer parte da oferta do Eurosport será atraente para mais patrocinadores, então estamos confiantes”.

A equipe iniciou a temporada de TCR em 2017 com os pilotos Pepe Oriola, Nash e Hugo Valente, todos ex-alunos do WTCC, embora Valente tenha deixado a equipe no meio da temporada e foi substituído pela estrela do BTCC, Daniel Lloyd.

Recommended Posts